Tags

, , , , , , , , , , , , ,

Parque Nacional Montanhas do Tumucumaque, no Amapá, norte do país, conta com uma área de 38.651 Km² de exuberante floresta amazônica. Conforme o Ministério do Meio Ambiente (MMA) o “Parque Nacional tem como objetivo básico a preservação de ecossistemas naturais de grande relevância ecológica e beleza cênica, possibilitando a realização de pesquisas científicas e o desenvolvimento de atividades de educação e interpretação ambiental, de recreação em contato com a natureza e de turismo ecológico“.

Nesta perspectiva, de possibilitar o desenvolvimento científico e educacional, neste mês de dezembro possivelmente estará sendo realizado um termo de cooperação técnicar assinado pelo Instituto Chico Mendes (ICMBio), por meio do Parque Montanhas do Tumucumaque, e a Prefeitura da Serra do Navio,um dos municípios abrangidos pelo parque, visando tratar do desenvolvimento do curso de doutorado em Educação em Ciências e Matemática, coordenado pela professora Cristiane Rodrigues Menezes, da Universidade Federal do Amapá (Unifap).

O curso estará focado na biodiversidade da região de Serra do Navio, a partir da instalação do Complexo de Percepção Ambiental na área verde do entorno da sede da unidade de conservação. O qual possuirá um coreto destinado a arte/educação, um bosque com trilhas interpretativas e um jardim sensorial. E conforme a professora Cristiane Menezes explica,“o Jardim Sensorial será o foco de sua pesquisa, visando à investigação dos aspectos relacionados com a conservação da flora e da fauna em Serra do Navio. No decorrer da pesquisa, os professores da rede pública serão capacitados para utilizar o jardim nas suas atividades educacionais”.

Na opinião da professora doutora Edna Hardoim (do Departamento de Botânica da Universidade Federal do Mato Grosso – UFMT), trata-se de um pioneirismo na região amazônica, considerando-se os aspectos envolvidos na execução da pesquisa e em sua importância para a comunidade local. Opinião também compartilhada pelo chefe do Parque Nacional Montanhas do Tumucumaque, Christoph Jaster, uma vez que ações como estas aproximam as áreas protegidas do cotidiano da comunidade.

Embora retratado nos últimos tempo como um Estado pobre, permeado por corrupções e descasos, no Amapá há grandes e promissoras iniciativas que visam a aproximação das comunidades (inclusive as científicas) da fauna e flora amazônica, possibilitando assim, um maior entendimento e compreensão por parte do Homem de quão importante é a preservação do meio ambiente, e que é possível usufruirmos sustentavelmente deste.

Fontes:

http://montanhasdotumucumaque.blogspot.com/

http://www.icmbio.gov.br/portal/comunicacao/noticias/4-geral/2420-tumucumaque-pode-virar-sala-de-aula-de-doutorado

Contatos:

tumucumaque@icmbio.gov.br

erico.kauano@icmbio.gov.br

 
Publicado Originalmente no blog Diário do Vedrde
Original:http://diariodoverde.com/sala-de-aula-montanhas-do-tumucumaque/#ixzz1gnoJ0PCK
Diário do Verde – Meio Ambiente em 1° Lugar!

Anúncios